1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Especialistas debatem políticas de desenvolvimento económico

Conferencia-EconomicaEspecialistas internacionais estão reunidos, desde hoje em Maputo, para debaterem as políticas de desenvolvimento económico adoptadas pelos países em vias de desenvolvimento, com particular enfoque para Moçambique.
Trata-se da 1ª Conferência Internacional, que decorre sob lema "Políticas de Desenvolvimento Económico", organizado pelo Centro de Estudos de Economia e Gestão da Faculdade de Economia da UEM.
O evento visa a promoção do desenvolvimento económico e a partilha do conhecimento sobre políticas de desenvolvimento. Pretende ainda encontrar caminhos para solucionar problemas económicos de natureza social como a promoção do desenvolvimento e a troca de experiências entre os países envolvidos, bem como propiciar a formação e comunicação entre académicos, especialistas e profissionais das entidades responsáveis pela geração do desenvolvimento.
De acordo com o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, que abriu o encontro, a realização desta conferência constitui um momento ímpar para o repensar e materializar alguns destes objectivos e esperar que dela saiam recomendações e orientações importantes que procurem solucionar ou minimizar problemas económicos.
"O sector das infra-estruturas (caso particular da água, electricidade e vias de comunicação), bem como o sector de serviços básicos (saúde, educação e transporte) revestem-se de particular importância para países em vias de desenvolvimento como Moçambique, atendendo que todo o processo de desenvolvimento económico assenta na disponibilidade destes bens e serviços essenciais, em condições de preço e de qualidade aceitáveis para a população em geral e para as unidades económicas, em particular", disse.
Por seu turno, o Director da Faculdade de Economia, Prof. Doutor Manoela Sylvestre, explicou que o tema adoptado para esta conferência faz parte das tarefas do Centro de Estudos de Economia e Gestão que é o de desenvolver pesquisas económicas com vista a obter resultados que possam ser usados para a resolução e mitigação dos problemas económicos e sociais do país.
Sylvestre disse que temas como Recursos Naturais, Energia e Desenvolvimento, Agricultura e Pobreza, Macroeconomia e Finanças, Crescimento e Desenvolvimento Económico e Economia Monetária e Finanças constituem tópicos que vão dominar o encontro de dois dias.
O mundo atravessa actualmente uma crise económica e financeira sem precedentes e um dos desafios para Moçambique é conseguir fazer crescer a sua economia num contexto adverso. O director da Faculdade de Economia é de opinião de que para que haja o crescimento e desenvolvimento económico é fundamental que este seja apoiado no desenvolvimento de projectos de pesquisa com vocação global na provocação e ganhos na produtividade.
"Estes projectos de pesquisa precisam de ser exportados por um universo de referência de investigadores, pesquisadores, gestores e outros cientistas com elevado nível de qualificação", disse.
Participam nesta 1ª Conferencia investigadores de Moçambique, Portugal, Brasil, Dinamarca, Finlândia, Inglaterra, Itália e EUA.