1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Quadros da DRA Reunidos em Encontro Anual de Reflexão

Quadros da Direcção do Registo Académico (DRA) da UEM estão hoje, 12 de Dezembro, reunidos em encontro anual para o balanço preliminar das actividades levadas à cabo ao longo do ano prestes a findar. Este encontro pretende, por outro lado, debater sobre a proposta do Manual de Procedimentos de Registo Académico com vista a estabelecer um instrumento prático regulador da actividade do sector na UEM, mas também um documento informador dos termos de referência e do perfil do técnico afecto ao Registo Académico.
Segundo o Director dos Registos Académicos da UEM, Prof. Doutor José Leopoldo Nhampossa, este ano tinham sido programadas 32 actividades das quais 29 foram cumpridas na íntegra, o que representa um cumprimento na ordem dos 91 por cento. Apenas três actividades não foram cumpridas, entre elas o destaque vai para o intercâmbio académico. Trata-se de iniciativa que visava a partilha de experiência ao nível da região austral de África e internacional, concretamente em países da Europa e Ásia. Estas experiências internacionais só não foram materializadas devido a escassez de recursos financeiros para o efeito.
No rol das realizações, o destaque vai para a elaboração e aprovação do Regulamento Interno do Registo Académico que propõe uma nova estrutura orgânica, a criação de novos departamentos e serviços, bem como o perfil do pessoal que deve trabalhar nos registos académicos.
Segundo Nhampossa, o Regulamento Interno é um documento que pode ser usado como referência pelas faculdades quando forem revisitar as suas estruturas orgânicas. "Nós temos pessoal que trabalha nos registos académicos das faculdades e escolas que têm dupla subordinação. Subordinam-se em termos funcionais ao registo académico mas localmente subordinam-se ao director de faculdade ou escola em termos administrativos. Dai que esperamos que as faculdades e as escolas tomem conta do nosso regulamento interno para desenharem os sectores dos registos académicos ao nível das faculdades", frisou
A ideia é que os serviços do Registo Académico sejam feitos ao nível de um departamento e não de uma secção ou repartição como tem estado a acontecer.
Refira-se que, a UEM gradua anualmente perto de 3 mil estudantes entre licenciados, mestres e doutores.

drafecho