1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Profª. Emília Noormahomed já é Professora Catedrática

noormaA Universidade Eduardo Mondlane graduou na tarde de ontem (02 de Dezembro) a Professora Doutora Emília Virgínia Noormahomed à Categoria de Professora Catedrática na área de Parasitologia Humana. Para a obtenção deste grau académico, apresentou um projecto de investigação sobre a "Seroprevalência da Cistecercosis em diferentes segmentos da população de pacientes atendidos no hospital e Centro de Saúde de Mavalane e no Centro de Saúde de Inhaca e estudo das Variantes Genéticas de Cesselulase de Moçambique".
A Professora Catedrática defendeu sua tese perante um júri composto pelo Professor Doutor Orlando Quilambo (Presidente), Prof. Doutor Virgílio do Rosário, Professor Catedrático da Universidade Nova de Lisboa, Portugal, e a Prof. Doutora Carmen Mascaró Lazcano, Professora Catedrática da Universidade de Granada, Espanha.
Depois da sua aprovação, a nova Professora Catedrática manifestou satisfação por ter superado mais um desafio na sua longa carreira. Contudo, afirmou que o novo grau académico constitui uma responsabilidade acrescida porquanto vai implicar novos desafios.
Fez notar que o nosso país ainda detém um número exíguo de professores catedráticos, daí que os professores que actualmente ostentam este título devem fazer tudo para encorajar outros docentes moçambicanos a seguirem pelo mesmo caminho.
Para o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, a atribuição de Professor Catedrático a mais um docente da UEM significa que a sua instituição está apostada na melhoria da qualidade como Instituição de Ensino Superior. "Continuamos a espera que mais professores ascendam a categoria de professores catedráticos porque só assim iremos elevar o nível da nossa instituição", disse.
Ao todo, a UEM tem um total de 18 professores com a categoria de Professores Catedráticos, sendo 12 moçambicanos e 6 estrangeiros. A UEM tem 11 faculdades e 6 centros, de acordo com o Reitor, o ideal seria que todos os cursos fossem regidos por professores catedráticos.
A mais nova Professora Catedrática foi directora da Faculdade de Medicina da UEM de 2002 a 2006, onde liderou as comissões de trabalho que procederam a revisões profundas daquela Faculdade, tendo o número de graduados passado de 21 por ano para 100 estudantes ano, a partir de 2002.
A Professora Emília Noormahomed é, desde 2010, docente convidada na Universidade da Califórnia, San Diego, nos Estados Unidos da América, funções que exerce no Serviço de Doenças Infecciosas do Departamento de Medicina dessa universidade.
A professora Emiliab Noormahomed licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina da UEM em 1993 e em 2002 obteve o grau académico de PHD em Medicina e Cirurgia, bem como o de especialização em Parasitologia, pela Universidade de Granada, Espanha.
A professora Emília torna-se assim na décima segunda professora catedrática da UEM e a primeira e única na Faculdade de Medicina. Recorde-se que a UEM graduou, recentemente, o Professor Carvalho Madivate à categoria de Professor Catedrático.