1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Conselho Universitário aprova criação de novos cursos

ProfO Conselho Universitário da UEM, reunido na sua II Sessão Ordinária de 28 e 29 de Agosto, apreciou e aprovou a criação de novos cursos de licenciatura para Escola de Comunicação e Artes da UEM (ECA), previstos para 2016. Trata-se dos cursos de Publicidade e Marketing, Arquivística e Biblioteconomia. Estes cursos vêm juntar-se a outros quatro (4), nomeadamente, licenciatura em Jornalismo, Teatro, Música e Ciências de Informação, que já são leccionados neste estabelecimento, somando um total de sete (7) cursos de licenciatura.
Ainda na mesma sessão, o Conselho Universitário deliberou sobre os Centros de Recursos da UEM que resultam da necessidade de responder às actividades de extensão à escala nacional. Assim, em cada província se estabelecerá um Centro de Recursos da UEM, que permitirá satisfazer as necessidades das comunidades locais, a transferência de conhecimentos e a criação de pontos focais para as aulas de ensino a distância, entre outras actividades que resultarão de entendimentos entre a UEM e os governos provinciais.
A II Sessão Ordinária do Conselho Universitário aprovou ainda o Edital dos Exames de Admissão para 2015, que estabelece a sua realização entre os dias 05 a 10 de Janeiro. Segundo o porta-voz da UEM, o Prof. Doutor Joel da Neves, a II Sessão Ordinária aprovou igualmente o Calendário Académico da UEM, tendo marcado o arranque do ano lectivo 2015 para o dia 16 de Fevereiro.
Anunciou que em 2015, a UEM vai admitir 4420 estudantes para o diurno período laboral e 1600 vagas são reservados para os período pós-laboral.
Na mesma Sessão foram ainda aprovados instrumentos como o Regulamento dos Símbolos, o Regulamento-Tipo das Escolas Superiores da UEM e a bandeira da UEM, esta última que resulta de uma profunda reflexão, no quadro da produção dos símbolos da Universidade que têm estado a ser debatidos há dois anos. "Recorde-se que há dois anos foi aprovado o novo emblema, mascote, o logotipo e o hino que compõe este conjunto de símbolos que reforçam a imagem da UEM," disse.
O Conselho Universitário da UEM aprovou, por outro lado, o "Regulamento do Monitorado". Segundo justificou o Porta-voz da UEM, já há alguns anos a Universidade se debate com a necessidade de ter apoio de alguns estudantes destacados nas actividades laboratoriais, nas aulas tutoriais aos estudantes, uma prática considerada comum nas universidades e que oferece aos estudantes uma possibilidade de obter experiências na actividade docente e académica. Assim, segundo Joel da Neves, estão criadas condições legais para que em todas as faculdades, dependendo das condições financeiras e logísticas, possam propor à Universidade, a contratação de monitores.
O Porta-voz da UEM falava na manhã de hoje, 11 de Setembro, em conferência de imprensa, que serviu para anunciar as deliberações saídas da Segunda Sessão Ordinária do Conselho Universitário. Das Neves frisou que todos os símbolos ora aprovados procuram enaltecer a imagem da universidade, sendo de destacar o emblema que carrega consigo a imagem do patrono da Universidade, a foto de Eduardo Chivambo Mondlane. Explicou que a mascote foi inspirada da águia africana, um animal totem (animal sagrado) para a família de Eduardo Mondlane e que pela história de África, a águia goza de um simbolismo peculiar pela sua inteligência.

deutsche porn watch izmir rus escort kamagra php bypass shell okey oynagabilesohbetpornbahiscomhd film izleyabancı dizi izleankara evden eve nakliyatistanbul evden eve nakliyatistanbul nakliyatevden eve nakliyatankara evden eve nakliyatankara evden eve nakliyatAnkara evden eve nakliyatbuca escortbuca escortizmir escortantalya escortdenizli escortankara escortKoRehberidikmen evden eve nakliyat #yaslikurt#betsmovebabes of london Hack haber instagram hackleme sitesi Hack forum