1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM e Kenmare cooperam na pesquisa e investigação

 

Memorando-UEM-Kenmare

A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e a Kenmare Moma Processing (Mauritius) assinaram esta sexta-feira, em Maputo, um memorando de entendimento, com vista a estabelecer relações de cooperação nos domínios de pesquisa e investigação.
O memorando, rubricado pelo Reitor da UEM, Prof. Doutor Manuel Guilherme Júnior e pelo director-geral da Kenmare, Engenheiro Higino Jamisse, visa igualmente garantir estágios profissionais aos estudantes finalistas dos cursos de engenharia e ciências.
Intervindo na ocasião, o Reitor da UEM disse que esta é mais uma iniciativa que irá melhorar as condições académicas e sociais dos estudantes, que poderão pôr em prática os seus conhecimentos através de estágios profissionais numa das companhias de maior prestígio a operar no País.
“Nos próximos cinco anos, os estudantes poderão realizar estágios com os custos de deslocação, alojamento, alimentação e equipamentos garantidos pelo nosso parceiro, Kenmare. Adicionalmente, através da iniciativa padrinho da UEM, será possível prover financiamento para os candidatos à formação superior, que tenham dificuldades em financiar os seus estudos”.
O Reitor acrescentou que, o memorando abarca também a realização conjunta de trabalhos de pesquisa e investigação, no domínio da engenharia, envolvendo estudantes e docentes da maior e mais antiga universidade do País.
“Consideramos que esta parceria contribuirá na formação de quadros virados para a exploração de recursos abundantes no País e temos expectativas claras sobre o seu contributo para a construção de uma sociedade mais competente, esclarecida, justa e inclusiva”, referiu.
Por seu turno, o Director-geral da Kenmare afirmou que, o memorando constitui mais um acto de aproximação entre o sector produtivo e a universidade, contribuíndo para o desenvolvimento de ambas partes e, consequentemente, do País.
“Profissionais de qualidade formados pela UEM poderão passar pela mineradora para aperfeiçoar a prática e tornarem-se bons profissionais. Um grupo de estudantes poderá beneficiar de bolsas de estudos financiadas pela mineradora, incluindo estágios profissionais”.
Referiu que a Kenmare tem desafios que requerem o envolvimento de profissionais formados pela UEM em áreas como, metalurgia, expansão de plantas e espécies em extinção no País, bem como no uso de Tecnologias de Comunicação e Informação, o que justifica a cooperação no domínio da pesquisa e investigação.