1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Graduados desafiados a contribuírem com soluções inovadoras para impulsionar o desenvolvimento do país

1Graduacao-22-00

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Prof. Doutor Daniel Nivagara, desafiou aos graduados da UEM a contribuírem com soluções para impulsionar o desenvolvimento socioeconómico, cultural e político do país, porque a partir da formação que cada um dos graduados recebeu deve assegurar que faz parte dos poucos moçambicanos que o governo acredita que devem dar contributo para a identificação e solução dos problemas do dia-a-dia porquanto a formação lhes permite aplicar as ferramentas da pesquisa e da investigação.
1Graduacao-22-01O dirigente falava por ocasião da cerimónia de graduação de 482 técnicos superiores nas várias áreas do saber, dos quais 458 são licenciados, 20 mestres e 4 doutores.
No evento, o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior garantiu que o governo vai continuar a financiar as actividades do ensino superior por acreditar que as universidades continuam parceiras do governo como repositório onde se busca o conhecimento para adoção de políticas públicas mais apropriadas ao contexto moçambicano específico.
Para o dirigente, os subsistemas do ensino superior possuem a nobre responsabilidade de formar o capital humano que deve participar activamente na promoção do crescimento e desenvolvimento económico nacional. "O governo de Moçambique reconhece o papel desempenhado pela UEM no processo de desenvolvimento do ensino superior no nosso país, bem como na construção e desenvolvimento do País", disse.
Naquele que foi o seu 1º discurso na cerimónia de graduação enquanto Reitor da UEM, o Prof. Doutor Manuel Guilherme Júnior, lembrou que este ano celebram-se 60 do ensino superior no país que ao longo dos tempos tem estado a contribuir para o desenvolvimento do país nas mais variadas esferas.
Prometeu que a UEM continuará a pautar pela excelência, desenvolvendo as suas unidades para melhoria dos diferentes eixos que compreendem o seu Plano Estratégico 2018-2028. Reiterou o apelo para a sociedade, no geral, e a comunidade universitária, em particular, no sentido de contribuírem para o alcance das metas definidas no âmbito do compromisso assumido de transformar a UEM numa Universidade mais eficiente, dinâmica e um agente de transformação social, porque só assim a UEM estará em condições de responder aos desafios do país e do mundo.
1Graduacao-22-03Pela primeira vez, a Faculdade de Letras e Ciências Sociais graduou o primeiro Doutorado em Desenvolvimento e Sociedade. O graduado, Dr. Ezaquiel Abrahamo, que defendeu a sua tese intitulada "Insegurança Alimentar na Cidade de Maputo: Casos dos Distritos Municipais Kanyaca e Katembe", disse que a sua tese vai contribuir para o estudo da insegurança alimentar urbana, uma vez que se pensa que a questão da insegurança alimentar afecta apenas os agregados familiares das zonas rurais. "De facto, é o momento de nós estudarmos os problemas alimentares nas zonas urbanas", explicou.
A cerimónia de graduação na cidade de Maputo juntou representantes do governo, reitores das instituições públicas, antigos reitores da UEM, familiares e amigos dos graduados.
No âmbito da observação das medidas de prevenção à Covid-19, a cerimónia foi dividida em três sessões que decorrem nos dias 8 e 9 de Junho.