1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Português de Moçambique em exposição em Maputo

exposicao-catedra-00

Está patente, na Galeria do Camões, no Centro Cultural Português, em Maputo, a Exposição intitulada “Português de Moçambique no Caleidoscópio”, alusiva aos 10 anos de actividades da Cátedra de Português Língua Segunda e Estrangeira, sediada na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Eduardo Mondlane.
A exposição, aberta ao público, pretende divulgar informação sobre as diferentes facetas do Português em Moçambique (histórica, social, linguística), assim como sobre as actividades desenvolvidas pela equipa da Cátedra ao longo dos dez anos.
A Cátedra de “Português Língua Segunda e Estrangeira” surge no âmbito de um protocolo de cooperação, assinado entre a Universidade Eduardo Mondlane e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, em 2008.
A inauguração da exposição contou com diversas individualidades, entre elas, a Embaixadora de Portugal em Moçambique, Drª. Mária Amélia Paiva, que na ocasião afirmou que a Cátedra contribuiu para a promoção e difusão de estudos sobre língua portuguesa e produziu também ferramentas e materiais destinados ao ensino da Língua Portuguesa como língua não materna, desenvolvendo actividades de capacitação de investigadores e docentes, promoção de projectos de investigação e de eventos científicos.
Para o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, a exposição representa um momento de conquista de um programa de investigação que tem estado a contribuir para a difusão e promoção de estudos sobre a língua portuguesa, incluindo a produção de ferramentas e materiais destinados ao seu ensino.
Segundo Quilambo, a Cátedra tem-se destacado na divulgação da produção científica sobre o português (língua segunda e estrangeira), com destaque para o projecto "Bibliografias", uma iniciativa que reúne numa única plataforma textos originais e literatura científica sobre variedades emergentes do português, sobre aquisição e ensino do português como língua estrangeira e ainda sobre as literaturas africanas em língua portuguesa.
A exposição está organizada em espaços, sendo um reservado aos mapas de Moçambique e do mundo, esta última com indicações dos países onde se fala o português e das respectivas línguas faladas nesses países; um outro espaço está reservado ao Mural da escrita urbana, um conjunto de painéis que descreve a História da Língua Portuguesa em Moçambique, desde o tempo colonial ao período pós independência. Um outro espaço foi dedicado ao português de Moçambique que, segundo as coordenadoras da exposição (Profª. Doutora Inês Machungo e Profª Doutora Perpétua Gonçalves) resulta do contacto entre o português e as línguas moçambicanas de raiz bantu. Ainda dentro do espaço da exposição pode ser vista uma tela gigante representando as principais línguas bantu faladas em Moçambique.
Como resultado da Cátedra já foram realizados alguns projectos de investigação, sendo que uns ainda decorrem, tais como Observatório de Neologismos do Português de Moçambique, Dicionário de Regências de Verbos do Português de Moçambique, Vocabulário Ortográfico do Português de Moçambique, Comunidade Moçambicana Bilingue com Língua Bantu/Língua materna e Português/Língua Segunda e Escrita Académica.
A exposição “Português de Moçambique no Caleidoscópio” está aberta ao público de 5 a 17 de Dezembro deste ano e de 13 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2020.

 

kamagra php shell download php bypass shell  mka7 kimdir mka7 kimdir ? sanal pezevenk Kamagra jel php shell indir php bypass shell shell indir 1xbetsex hikayeleri evden eve nakliyat jigolo caddecilingir elektrikciii jigolo ajansi evden eve nakliyat jigolo ajansi jigolokamagra jelkamagrashort haircuts for black womenpendik escorttempobettempobettempobettempobettempobettempobettempobetkamagra