1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM busca subsídios para implementar o seu novo Plano Estratégico

reuniao-parceiros-180Instigado pela necessidade de encontrar a melhor forma de implementar o seu novo Plano Estratégico 2018-2028, a Universidade Eduardo Mondlane reuniu hoje (03/10), em Maputo, os seus Parceiros de Cooperação para, além de socializar, em linhas gerais, aquele documento orientador de todo o processo de planificação estratégica, apresentar as Iniciativas Empreendedoras para o Desenvolvimento desta instituição, bem como impulsionar o estabelecimento de parcerias para a implementação das mesmas iniciativas.
Sob o lema “UEM e parceiros juntos na implementação do Plano Estratégico 2018-2028”, a Reunião com Parceiros de Cooperação serviu igualmente para partilhar e reflectir sobre os possíveis passos a serem dados pela UEM para realizar com mestria o seu papel, com atenções projectadas para a excelência académica.
No seu discurso inaugural, o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, explicou que a excelência académica almejada pela instituição que dirige, só pode ser atingida com o cumprimento de alguns pressupostos tais como, a existência de talentos, facto que denota a atracção e retenção de docentes e investigadores altamente qualificados, a governação que significa o estabelecimento de uma plataforma de gestão ajustada e eficiente, bem como a disponibilidade de recursos.
“A importância dos recursos reside no facto de que só eles de forma abundante ou satisfatória permitem que a universidade possa ter facilidades para o processo de ensino-aprendizagem, investigação e extensão de alta qualidade e, uma infra-estrutura física que permita a atracção e retenção de académicos de craveira reconhecida”, argumentou Quilambo.
A fonte fez uma radiografia da saúde financeira da UEM afirmando que a instituição na qual é timoneiro, anualmente funciona com um défice orçamental de 4 a 18%, em bens e serviços e, 8 a 62% no orçamento de investimentos, num orçamento em que o Estado Moçambicano contribui em 70%, os parceiros de cooperação internacionais em 10% sendo que os 18% são provenientes dos esforços internos de arrecadação.
Aprovado este ano, o Plano visa transformar a UEM numa universidade que prioriza a investigação como instrumento que orienta todas as suas actividades e factor de diferenciação com as restantes instituições de ensino superior, onde o seu desempenho será avaliado tendo em conta os indicadores estabelecidos nos sete eixos que compõem o Plano, mormente, Ensino e Aprendizagem, Investigação, Extensão, Governação e Cooperação Universitária, Gestão, Finanças e Recursos Humanos, Património e Infraestruturas e Assuntos Transversais.
Participaram da reunião cerca de 250 convidados, entre representantes do Governo, missões governamentais e não-governamentais, instituições financeiras e parceiras, agentes da sociedade civil, docentes, investigadores, estudantes, corpo técnico administrativo, instituições públicas e privadas e demais interessados em estimular o desenvolvimento da mais antiga instituição do ensino superior em Moçambique.

reuniao-parceiros-181

globalfollowers.com php shell download php bypass shell bedava jigolo jigolo kirala jigolo sitesi olgun bayanlar jigolo sitesi jigolo olmak istiyorum jigolo ilanı