1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Mestrado em Estudos do Ensino Superior e Desenvolvimento

Faculdade de Educação
 
Mestrado em Estudos do Ensino Superior e Desenvolvimento
 
 
 
1.Apresentação do Curso
 
Introdução
 
O curso de Mestrado em Estudos do Ensino Superior e Desenvolvimento (MESD) é, de acordo com o Quadro Curricular para a Pós-Graduação da UEM, um curso académico híbrido, compreendendo as componentes curricular e de investigação. 
Com o MESD, a Faculdade de Educação pretende contribuir para a formação de profissionais especialmente vocacionados para a pesquisa, análise e formulação de políticas de Ensino Superior (ES), assim como para a gestão e administração deste subsistema de ensino.
 
2.Objectivos do curso
 
Objectivos Gerais
 
O Mestrado em Estudos do Ensino Superior e Desenvolvimento visa formar:   
- Administradores e gestores do Ensino Superior (ES), capazes de gerir o subsistema e as instituições do ES;
- Analistas e formadores de Políticas do ES capacitados para conceber, analisar, implementar, monitorar e avaliar políticas do ES;
- Académicos capazes de fazer pesquisa científica sobre o ES em Moçambique.
 
Objectivos Específicos
 
Especificamente, espera-se que o curso de Mestrado ofereça aos mestrandos ferramentas técnico-científicas para:   
- Identificar, analisar criticamente e avaliar os papéis sociais, culturais e económicos do ES inserindo-os nos contextos históricos, políticos e sociais em que foram gerados;
- Identificar as caracteristicas do sector de ES Moçambicano, relacionando-o com as tendências do ES da região da SADEC, da África e do mundo;
- Avaliar as políticas de ES em Moçambique e relacioná-las com as estratégias, programas, prioridades e desafios do desenvolvimento de Moçambique;
- Analisar, formular, implementar, avaliar e monitorar políticas de ES em Moçambique;
- Gerir o subsistema de ES em Moçambique, tanto a nível das entidades centrais e provinciais, como a nível das próprias instituições de ES e ainda a nível de intituições internacionais que lidam com questões de ES;
- Fazer pesquisa e produzir informações científicas independentes sobre o ES que sejam úteis para os processos de desenho de políticas deste subsistema.
 
3.Competências específicas
 
Ao terminar o Curso, os graduados do presente programa de Mestrado, independentemente da orientação escolhida, devem ser capazes de: 
- Desenvolver pesquisa para compreender a natureza, os sistemas, os programas, os currículos, o funcionamento, a evolução, as tendências, a eficiência, a eficácia, os custos, os benefícios, a equidade, a relevância, a qualidade, os actores interessados, assim como as políticas do ES no mundo e em Moçambique; 
- Aplicar os principais conceitos, teorias e perspectivas disciplinares usados na área de pesquisa em ES para actuar profissionalmente neste campo, quer como formulador/analista das políticas do ES, quer como gestor do ES; 
- Assessorar o Governo e as direcções centrais das instituições de ES na formulação, análise e implementação de políticas públicas de ES; 
- Compreender os mecanismos de financiamento e economia do ES e propor modelos mais adequados para o financiamento eficiente e sustentável do ES;
- Assessorar o Governo e as direcções centrais das instituições de ES na planificação, administração e gestão do subsistema do ES; 
- Usar os sistemas e tecnologias de informação e comunicação do ES; 
- Construir modelos para avaliar o desempenho do subsistema do ES, e avaliar o desempenho de cada instituição de ES; 
- Assessorar e propor mecanismos mais eficientes de liderança e governação no ES; 
- Relacionar as políticas do ES com as estratégias, os modelos e as políticas de desenvolvimento de Moçambique; 
- Analisar e compreender o papel da gestão nos processos de mudança no ES; 
- Analisar e compreender a natureza da construção da qualidade nos processos de mudança no ES; 
- Reflectir criticamente sobre a natureza e o papel cultural e socioeconómico do ES.
 
Perfis dos graduados por área de especialização
 a) Na sua vida profissional, o Mestre em Estudos de Ensino Superior e Desenvolvimento, orientação de AFPES, deve, entre outras tarefas, ser capaz de: 
- Assessorar o Governo na análise, formulação, implementação e monitoria de políticas públicas de ES que sejam adequadas às capacidades, necessidades, prioridades e desafios do desenvolvimento do país; 
- Assessorar as instituições de ES na elaboração, implementação e avaliação de políticas de desenvolvimento institucional que sejam compatíveis com as políticas governamentais do ES; 
- Acompanhar as tendências mundiais da evolução do subsistema do ES, sobretudo a nível das agências internacionais, de modo a aconselhar os fazedores de políticas de ES a tomar as decisões mais adequadas ao contexto moçambicano; 
- Assessorar na elaboração, implementação e avaliação de instrumentos jurídicos e legais de concretização das políticas de ES; 
- Fazer pesquisa e consultoria sobre a liderança, governação e políticas do ES; Dar aulas no ES ou em programas de capacitação de formuladores de políticas, políticos, gestores, líderes e membros dos conselhos de direcção das instituições de ES;
 
b) Na sua vida profissional, o Mestre em Estudos de Ensino Superior e Desenvolvimento, orientação de AGES, deve ser capaz de gerir e administrar (i) o subsistema do ensino superior como um todo e (ii) as próprias instituições do ensino superior. 
(i) Na gestão e administração do sistema de ensino superior, o Mestre deve ser especificamente capaz de: 
- Identificar as necessidades, prioridades e desafios do país em termos de quadros superiores nas diferentes áreas técnico-profissionais e científicas; 
- Identificar, inventariar e analisar as capacidades humanas, financeiras, tecnológicas, materiais e institucionais de o país oferecer programas de formação de níveis superiores; 
- Propor planos sectoriais estratégicos que se adequem aos programas de formação, às necessidades, prioridades, desafios e capacidades do país; 
- Coordenar e supervisionar a aplicação das políticas e estratégias governamentais do ES a nível das instituições do ES; 
- Coordenar a recolha, inventariação, sistematização, armazenamento, actualização e utilização de dados relativos ao ES; 
- Produzir estudos e relatórios referentes ao ES; 
- Assessorar o governo nos programas de cooperação com instituições nacionais e internacionais, referentes à materialização das políticas e estratégias do ES; 
- Produzir instrumentos que permitam avaliar a qualidade e o desempenho do subsistema do ES como um todo e das instituições de ES em particular; 
- Desenhar mecanismos que instiguem as instituições de ES a procurar atingir a visão de qualidade e os indicadores de desempenho definidos pelo governo;
- Realizar as demais tarefas de administração e gestão do subsistema do ES; 
- Fazer pesquisa e consultoria sobre a gestão e administração do subsistema do ES. 
 
(ii) Na administração e gestão das instituições de ES, o Mestre deve ser capaz de: 
- Analisar, implementar, avaliar e sugerir programas de formação da instituição, que sejam adequados às políticas do ES definidas pelo governo, às necessidades de formação técnico-científica e profissional do país e às tendências regionais e internacionais do subsistema do ES; 
- Avaliar e inventariar as capacidades materiais, financeiras, humanas e tecnológicas da instituição; 
- Propor mecanismos de captação e desenvolvimento de recursos materiais, financeiros, humanos e tecnológicos da instituição, bem como mecanismos de gestão e sustentabilidade dos recursos existentes na instituição; 
- Actualizar a direcção da instituição sobre as oportunidades, ameaças e os desafios da instituição; 
- Produzir relatórios analíticos e sintéticos periódicos sobre, entre outros aspectos, a natureza, o funcionamento, a evolução, as tendências, a eficiência, a eficácia, os custos, os benefícios, a equidade, a relevância, os actores interessados, a qualidade do ensino superior oferecido pela instituição; 
- Dar aulas no ensino superior ou em programas de capacitação de administradores, gestores, líderes e membros dos conselhos de direcção das instituições de ES; 
- Fazer pesquisa sobre a gestão e administração de instituições de ES;
 
4.Perfil ocupacional do graduado
 
Perfil ocupacional Tendo em conta as suas competências, o Mestre em Ensino Superior e Desenvolvimento, nas duas orientações previstas no presente currículo, está habilitado para trabalhar nas seguintes áreas; 
- Educação, nas Direcções e/ou Departamentos de ES; 
- Ciência e Tecnologia, em Direcções e/ou Departamentos de Pesquisa para o Desenvolvimento; • Planificação e Desenvolvimento, nas Direcções e ou Departamentos de Investigação Científica; • Reitorias e Direcções Centrais das Instituições de ES; 
- Organizações Internacionais ligadas ao ES, como Banco Mundial, OECD e FMI; 
- Centros de Pesquisa sobre o Ensino Superior e Desenvolvimento; 
- Centros de Orientação socioprofissional; 
- Empresas de Consultoria sobre o ES; 
- Outras instituições, públicas e privadas, que lidam com as questões de ES.
 
5.Público – alvo
 
Podem candidatar-se aos programas de Mestrado e Diplomas promovidos pela Faculdade de Educação os titulares do grau de licenciado ou equivalente, de qualquer área científica e ramo de actividade, desde que tenham no mínimo três anos de actividade profissional nessa área científica ou ramo de actividade. 
A selecção dos candidatos será feita por uma Comissão de Pós-graduação da Faculdade de Educação, presidida pelo Director da Faculdade. 
O Processo de selecção obedecerá os seguintes critérios:
- Média final de Licenciatura ou grau equivalente de 14 valores;
- Número de vagas disponíveis em cada programa (numerus clausus);  Resultado da avaliação do Pré-Projecto de Mestrado e ou da entrevista e da análise dos documentos entregues no acto de candidatura;
- Disponibilidade financeira;
- Ter competências de compreensão oral e escrita numa língua estrangeira, preferencialmente, a língua inglesa.
 
6.Documentos de Candidatura
 
A candidatura ao MESD seguir-se-á à publicitação da oferta do curso por meio de edital, devendo o candidato juntar os seguintes documentos:
- Requerimento dirigido a(o) Director(a) da Faculdade de Educação, solicitando o ingresso ao curso;
- Fotocópia autenticada do Bilhete de Identidade ou DIRE (para estrangeiros);
- Fotocópia autenticada do certificado de  licenciatura ou equivalente;
- Duas cartas de recomendação;
- Curriculum Vitae; e
- Proposta do pré-projecto de pesquisa do Mestrado.
 
7.Duração do curso
 
O curso de Mestrado em Estudos do Ensino Superior e Desenvolvimento tem duas orientações, designadamento: (i) Análise e Formulação de Políticas do Ensino Superior (AFPES); e  (ii) Administração e Gestão do Ensino Superior (AGES). Este curso tem a duração de 2 anos. No primeiro ano, todos os mestrandos em Estudos do Ensino Superior e Desenvolvimento têm módulos obrigatórios, que fazem parte do Tronco Comum do curso. No segundo ano começa a Especialização. Os mestrandos que optam pela orientação de AFPES, para além dos módulos do Ensino Superior e Desenvolvimento e do Seminário de Preparação do Projecto de Pesquisa, frequentarão, no 1º semestre do 2º ano, o módulo de Governação, Liderança e Políticas do ES; os que escolherem a orientação de AGES, para além dos módulos de Ensino Superior e Desenvolvimento e do Seminário de Preparação do Projecto de Pesquisa, frequentarão o módulo de  Planificação, Administração  e Gestão do ES. Para a culminação dos estudos, os mestrandos escolhem os temas e os problemas de Pesquisa para a Disertação do Mestrado em função das suas respectivas orientações.
 
8.Idioma
 
Língua Portuguesa e ou Língua Inglesa
 
9.Regime de estudo
 
Pós-laboral
 
10.Horário
 
O curso funciona de segunda à sexta-feira das 16:00h às 20:00h.  
 
11.     Local
 
Faculdade de Educação, 2º andar, Campus Universitário (UEM)-Maputo
 
12.Período de inscrição
 
As candidaturas ao curso do MESD acontecem em Novembro/Dezembro. E o período de inscrição é de acordo com o calendário académico.
 
13.Matrículas e Propinas
 
O curso está sujeito à seguinte propina:
- 9.000,00 Mt.
 
14.    Contacto do Coordenador
 
Prof. Doutor Patrício Langa. Contacto: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 
15. Plano de estudos
 
 
Ano I Semestre II Semestre
Módulo CR Módulo CR
  Introdução Geral aos Estudos do ES 10 Metodologia de Investigação 10
História e Filosofia do ES 06 Teoria Social e Sociologia do ES 06
Problemáticas do Desenvolvimento 10 Economia e Financiamento do ES 10
Tecnologia de Informação para/ no ES 06 Módulo Opcional* 06
  Subtotal 32 Subtotal 32
 
  Módulo CR Módulo CR
II Ensino Superior e Desenvolvimento 06 Dissertação 34
Seminário de Preparação do Projecto de Pesquisa 06    
Governação, Liderança e Políticas do ES ou Planificação, Administração e Gestão do ES (em função da orientação escolhida) 10    
Subtotal 22 Subtotal 34
Total do Curso 120
 
Plano de estudos para obtenção de Diploma de Pós-graduado versus grau de Mestrado
Diploma de Pós-graduação em Estudos de Ensino Superior e Desenvolvimento Mestrado em Estudos de Ensino Superior e Desenvolvimento orientação de (i) AFPES ou (ii) AGES
Aprovação nos 10 módulos do tronco comum

1. AFPES: 10 módulos do tronco comum + módulo de Governação, Liderança e Políticas do ES + dissertação de Mestrado

2. AGES: 10 módulos do tronco comum + módulo de Planificação, Administração e Gestão do ES + dissertação de Mestrado

 
 
16. Grupo de Professores
 
 
Item Professor Categoria Área de Formação Instituição
01 Feliciana Eduardo Profa. Auxiliar Educação UEM
02 Luís Neves C. Domingos Prof. Auxiliar Educação (TIC´s) UEM
03 Manuel Bazo Prof. Auxiliar Educação UEM
04 Maria da Conceição Dias Doutora Educação UEM
05 Mouzinho Mário Prof. Auxiliar Educação UEM
06 Nelson Casimiro Zavale Prof. Associado Educação UEM
07 Patrício Langa Prof. Associado Educação UEM
antalya rafting evden eve nakliyat php shell download php bypass shell Türkçe porno martin luther king jr kimdir