1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Mestrado em Gestão do Risco de Desastres (GRD) e Adaptação às Mudanças Climáticas

Faculdade de Ciências
 
Mestrado em Gestão do Risco de Desastres (GRD) e Adaptação 
às Mudanças Climáticas (AMC)
1. Apresentação do Curso
 
Introdução
 
O perfil geográfico, hidrográfico e climatológico de Moçambique, torna o país particularmente vulnerável aos impactos dos fenómenos relacionados com o clima, nomeadamente, ciclones tropicais, cheias, secas, temperaturas e precipitações extremas entre outros. Actualmente, são cada vez mais evidentes as perdas associadas a estes eventos, bem como, os impactos negativos e significativos sobre o tecido social e a economia nacional. Além disso, a magnitude e frequência destes eventos, em Moçambique, tende a aumentar face às mudanças climáticas, sustentando deste modo, níveis de vulnerabilidade cada vez maiores. 
Deste modo, é importante considerar que as acções de gestão do risco de desastres e a adaptação às mudanças climáticas, têm o potencial de reduzir grandes danos ao sistema humano e natural, enquanto a inércia pode contribuir para incrementar tais riscos, especialmente, se a magnitude das mudanças climáticas e dos desastres resultantes forem elevados. 
Estes novos desafios, vão necessitar de um capital humano de profissionais qualificados para lidar com a gestão do risco de desastres e prevenção da má-adaptação, com vista à construção da resiliência das comunidades. 
As várias dimensões da gestão do risco de desastres e adaptação às mudanças climáticas dentro das comunidades podem ser abordadas, continuamente reforçadas e transferidas de geração em geração, através de programas de educação formal e informal e formação profissional. 
O presente programa de pós-graduação tem como objectivo formar especialistas qualificados para exercerem actividades nos vários domínios da gestão do risco de desastres e adaptação as mudanças climáticas.
 
2.Objectivos do curso
 
Os objectivos gerais do curso de mestrado em GRD e AMC são:
- Formar especialistas qualificados para exercerem actividades nos vários domínios da gestão do risco de desastres e adaptação às mudanças climáticas.
- Proporcionar uma visão integrada sobre o risco de desastres e as mudanças climáticas bem como as suas implicações para o desenvolvimento sustentável.
 
Os objectivos específicos do curso de mestrado em GRD e AMC são:
- Ministrar fundamentos teóricos e práticos sobre a ciência do risco de desastres e das mudanças climáticas;
- Demonstrar a importância da complementaridade intrínseca entre a redução do risco de desastres e a adaptação às mudanças climáticas;
- Desenvolver competências orientadas para a solução de problemas através de técnicas e ferramentas que permitem antecipar potenciais eventos de desastres e processos associados.
 
3.Competências específicas
 
Nos objectivos da formação em Gestão do Risco de Desastres (GRD) e Adaptação às Mudanças Climáticas (AMC) consideram-se três níveis:
 
a) "deve saber", que pressupõe um alto grau de domínio de conhecimentos e de competências;
b) "deve saber fazer", que exprime as capacidades adquiridas;
c) “deve ser”, que corresponde a um conjunto de valores, atitudes e formas de saber ser e estar próprias de um Pós-Graduado.
 
a)Na Categoria do “deve saber
O Pós-Graduado em GRD e AMC deve ter um alto grau de domínio de conhecimentos e de competências sobre:
- As potencialidades do sistema de GRD e AMC bem como os seus desafios em Moçambique e na África Austral;
- Os conceitos de risco, vulnerabilidade, perigos, capacidades, e relacioná-los no contexto de GRD e AMC;
- As várias abordagens, metodologias, ferramentas e técnicas para antecipar potenciais eventos de desastres e processos associados;
- Os níveis críticos dos indicadores dos eventos de desastres e as diferentes opções de redução do risco e adaptação;
- A necessidade de aprender a partir da implementação da GRD e AMC de modo a melhorar a eficiência;
- As diferentes abordagens e ferramentas para o desenvolvimento de capacidades no contexto da GRD e AMC.
 
b)Na Categoria do “deve saber fazer
O Pós-Graduado em GRD e AMC deve ser capaz de:
- Realizar a avaliação do risco e selecionar as melhores opções de adaptação;
- Interpretar as previsões de eventos, para os propósitos de GRD e AMC;
- Interpretar e utilizar a informação de monitoria das ameaças para Sistemas de Aviso Prévio (SAP), estado de preparação, etc;
- Utilizar técnicas de informação e comunicação para promover e melhorar o entendimento sobre a RRD e AMC entre os decisores políticos e o público em geral.
- Realizar a avaliação do impacto para orientar os esforços de resposta e recuperação;
- Identificar, analisar, priorizar, implementar, coordenar e avaliar de forma proactiva, as actividades de adaptação e redução do risco;
- Implementar, coordenar e avaliar a redução reactiva do risco, actividades de adaptação e se necessário, prevenir acções de má-adaptação;
- Facilitar o desenvolvimento de capacidades de GRD e AMC para outros actores.
 
c)Na Categoria do “deve ser
O Pós-Graduado em GRD - AMC deve ser:
- Ético e íntegro;
- Comunicativo e social;
- Um indivíduo com iniciativa e capacidade de liderança;
- Analítico e orientado a solução dos problemas;
- Auto-confiante e capaz de trabalhar independentemente, bem como em equipas, partilhar experiências e flexível na tomada de decisões;
- Empreendedor e predisposto a aceitar riscos.
 
4.Perfil ocupacional do graduado
 
Um Pós-Graduado em GRD e AMC deve ser capaz de desenvolver actividades de investigação científica e de docência em instituições de ensino superior bem como exercer actividades em entidades administrativas e operacionais a nível central, provincial e municipal, em organizações internacionais, gabinetes de projectos e de serviços de consultoria. Ele/ela poderá trabalhar em laboratórios públicos e privados, instituições de gestão de desastres, instituições de investigação sobre gestão do risco de desastres e adaptação às mudanças climáticas e em outras instituições afins.
 
5.Público – alvo
 
Os candidatos ao mestrado em Gestão do Risco de Desastres (GRD) e Adaptação as Mudanças Climáticas (AMC) devem possuir no mínimo a licenciatura nas seguintes áreas de conhecimento: Ciências Naturais, Ciências Sociais, Ciências de Informação, Ciências de Comunicação, Ciências de Educação, Engenharia e Ciências Agronómicas, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Arquitectura e Planeamento Físico, Saúde Pública e Engenharia Rural. 
Outros candidatos, poderão também ser considerados desde que reúnam cumulativamente o nível de licenciatura e experiência profissional relevante para a área de GRD e AMC. Além disso, devem ser cumpridos os requisitos constantes no regulamento dos cursos de pós-graduação da UEM (Artigo 7º - Requisitos Gerais para a Candidatura). 
 
6.Documentos de Candidatura
 
Fazem parte do dossier de candidatura os seguintes documentos:
1. Certificado de licenciatura ou equivalente legal. 
2. Curriculum vitae (não mais de 4 páginas). 
3. Duas cartas de recomendação (uma de um professor universitário). 
4. Carta de autorização da entidade empregadora (se for aplicável). 
5. Carta com indicação da fonte de financiamento
6. Carta indicando a motivação. 
7. Duas fotografias tipo passe
 
7.Duração do curso
 
A estrutura do presente curso corresponde a de um mestrado académico híbrido, com duração de dois anos. O curso baseia-se no modelo de ensino presencial e está organizado em 10 módulos a serem ministrados no 1º ano e uma dissertação durante o 2º ano.
 
8.Idioma
 
O curso será lecionado em português, mas o conhecimento básico da língua inglesa é fundamental para a consulta do material bibliográfico e participação em conferências nacionais ou internacionais.
 
9.Regime de estudo
 
Presencial
 
10.Horário
 
As aulas irão decorrer das 14:00 às 20:00 horas, de 2ª a 6ª feira. Haverá aulas práticas e trabalho de campo fora deste horário.
 
11.Local
 
Maputo para as aulas teóricas e práticas. O trabalho de campo será preferencialmente fora da cidade de Maputo.
 
12.Período de Matrículas
 
 As inscrições dos candidatos admitidos terão lugar em Fevereiro de 2019 na Direcção do Registo Académico da UEM, de acordo com o calendário de matrículas da Universidade Eduardo Mondlane.
 
13.Inscrição e Propinas
 
O Curso está sujeito às seguintes propinas: 
1.Taxa de inscrição, no valor de 8.000.00 MT paga uma única vez no acto de inscrição. 
2.Propina de frequência no valor de 10,000.00 MT por mês, paga mensalmente ou em prestações trimestrais, semestrais ou anuais durante 20 meses. 
3.Os candidatos interessados poderão candidatar-se em momento oportuno a bolsas disponíveis para os cursos de mestrado; nomeadamente o Fundo de Bolsas para a Pós-Graduação da UEM, ou em outras Instituições ou Organizações.
 
14. Contacto do Coordenador
 
Outras informações e esclarecimentos sobre o mestrado poderão ser obtidos no Laboratório de Investigação e Extensão em Riscos Climáticos e Desastres (LIERCD) (3º andar) do Edifício do Departamento de Física da Universidade Eduardo Mondlane, Campus Universitário Principal ou através dos endereços electrónicos: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. (Prof. Doutor Alberto F. Mavume) e Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. (Prof. Doutor António J. Queface)
 
15. Plano de estudos
 
Ano I Trimestre II Trimestre III Trimestre
I Módulo CR Módulo CR Módulo CR
Risco de Desastres e Mudanças Climáticas 06 Previsão de Eventos, Monitoria e Aviso Prévio 06 Impacto das Mudanças Climáticas 06
Metodologia e Métodos de Investigação 06 Redução do Risco e Adaptação às Mudanças Climáticas 06 Dimensões Humanas das Mudanças Climáticas 06
Avaliação do risco e Necessidades de Adaptação 06 Resposta aos Desastres e Recuperação Sustentável 06 Desafios das Mudanças climáticas 06
    Mudanças Climáticas, Cenários, projecções e Incertezas 06    
Subtotal 18 Subtotal 24 Subtotal 18
 
Ano Módulo CR
II Dissertação 60
Total 120

 

16. Grupo de Professores

 

 

Item Professor Grau Académico Área de Formação Instituição
01 Adriano Macia PhD Biologia Marinha UEM
02 Agostinho Vilanculos PhD Gestão de Recursos Hídricos MOPRH/DNGRH
03 Alberto F. Mavume PhD Meteorologia e Oceanografia/Climatologia e Gestão do Risco de Desastres UEM
04 Antásio J. Manhique PhD Meteorologia/Oceanografia e Climatologia UEM
05 António J. Queface PhD Meteorologia/Climatologia e Gestão do Risco de Desastres UEM
06 Arão Manhique PhD Química Física e Inorgânica UEM
07 Arlindo Meque PhD Modelação e Previsão Sazonal INAM
08 Boaventura C. Cuamba PhD Física das Energias Renováveis UEM
09 Casimiro Sande MSc Gestão do Risco de desastres e Coordenação e Apoio à Emergência  
10 Dulce Chilundo MSc Sistemas de Informação e Aviso Prévio MCTESTP
11 Elídio Massuanganhe PhD Análise paisagística e Geomática/Geomorfologia Costeira UEM
12 Emílio Magaia PhD Águas UEM
13 Eunice Mucache MSc Vulnerabilidade e Redução do Risco  
14 Felisberto Afonso MSc Gestão do Risco de Desastres UEM
15 Francisco Guambe PhD Radiação e Meio Ambiente UEM
16 Gabriel Albano PhD Flora Terrestre UEM
17 Genito A. Maúre PhD Modelação e Simulação Climática UEM
18 Guilherme Mahumane PhD Inventário das Emissões UEM
19 Inês raimundo PhD Geografia da População UEM
20 Inocêncio Pereira PhD Geografia UEM
21 José Rafael PhD Hidrologia Geo-espacial UEM
22 Luís Artur PhD Sociologia dos Desastres UEM
23 Manuel Chenene PhD Física das Energias Renováveis UEM
24 Natasha Ribeiro PhD Recursos Florestais UEM
25 Renato Matusse MSc Defesa e Segurança Civil SNASP
26 Rógerio Uthui PhD Radiação e Meio Ambiente UEM
27 Rosta Munjovo PhD Florestas UEM
28 Salomão Bandeira PhD Gestão e Resiliência de Mangais UEM
29 Samuel Quive PhD Sociologia UEM
30 Sónia da Silveira MSc* Educação Ambiental MEF
31 Telma Magaia PhD Tecnologia dos Alimentos UEM
32 Xavier Chavana MSc Integração da RRD nos Planos de desenvolvimento UEM
 
*Em formação para o Doutoramento
antalya rafting evden eve nakliyat php shell download php bypass shell Türkçe porno martin luther king jr kimdir