1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Novos ingressos anseiam pelo arranque do ano lectivo

novos-ingressos--1Estudantes que, este ano, ingressam pela primeira vez na Universidade Eduardo Mondlane aguardam com ansiedade o arranque do ano lectivo 2018. No presente ano lectivo, a UEM prevê matricular um total de 4.960 novos estudantes.
Apesar do corre corre que caracterizou o primeiro dia das matriculas, alguns estudantes reservaram tempo para partilhar com a nossa equipa de reportagem a satisfação pelo facto de terem conseguido vaga para a formação numa universidade que eles consideram ser a mais prestigiada do país.
Tal é o caso de Alcidez Bento, 18 anos, que vai cursar licencitaura em história, não disfarçou o sucesso alcançado ao se declarar "Claramente (...) estou muito feliz. Tacilima Taurinho, de 19 anos, que se matriculou no curso de Antropologia, confidenciou que a sua maior alegria foi ver a satisfação dos seus pais quando receberam a notícia de sua admissão à UEM.
Cheila Cristina Basílio Cumbi, 20 anos, Licenciatura em Administração Pública, também não disfarçou a sua alegria. "Estava com a minha mãe quando soube do resultado, fiquei muito feliz e quase chorei", disse tendo acrecentado que no circulo familiar já ouvia falar da UEM como uma instituição de refêrncia, em parte, pela qualidade dos seus docentes. "Dizem que os professores aqui são muito bons mas exigentes, estou feliz de cá estar", concluíu.
novos-ingressos-2Momede Calima Ali, 18 anos, Ciências Políticas, é outro dos novos ingressos que apesar de ter admitido noutras universidades preferiu matricular-se na UEM. "Até fui admitido noutras universidades públicas aqui em Maputo mas quando soube que ingressei aqui senti-me lisonjeado, por isso, estou aqui", disse.
Foi este o sentimento de alguns estudantes que fazem parte de um selecto grupo de 4.960 novos ingressos que, este ano, foram admitidos à UEM de um total de 22.527 candidatos. Recorde-se que os exames de admissão à UEM decorreram à escala nacional de 8 a 12 de Janeiro e cujos resultados finais foram conhecidos a 31 de Janeiro de 2018.
Na UEM, a abertura oficial do ano lectivo vai acontecer, no dia 02 de Março, com uma aula de sapiciência a ser Proferida pelo Prof. Cadetrático, Armindo Ngunga, subordinada ao tema "O Papel das Línguas Indígenas no Desenvolvimento de Moçambique, a decorrer no Centro Cultural Universitário, pelas 14:00 horas.