1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Desportistas procuram soluções para melhorar a gestão das infra-estruturas desportivas no país

escideiiDesportistas a diversos níveis estão reunidos hoje e amanhã (2 e 3/08), em Maputo, a procura de caminhos sustentáveis para a gestão de infra-estruturas desportivas no país. Co-organizado pelo Ministério da Juventude e Desportos e a Universidade Eduardo Mondlane, a Conferência sobre Gestão de Instalações e Infra-estruturas Desportivas tem na manga diversas temáticas para a reflexão, visando a melhoria das infra-estruturas.
Na abertura, o Ministro da Juventude e Deportos, Alberto Nkutumula, sublinhou que o evento visa proporcionar um momento de reflexão teórico metodológico e de produção de conhecimento com base em critérios científicos para se lograr o processo de gestão adequada das instalações e infra-estruturas desportivas, desde o seu marco conceptual até a fase da sua manutenção.
escidhaEspera-se que o encontro venha a ser uma plataforma de contribuição para a definição de estratégias e políticas de planificação, construção e gestão assentes na interacção entre as diferentes entidades intervenientes nas áreas ligadas às infra-estruturas desportivas e académicas.
Visando o maior alcance dos resultados esperados da conferência, Nkutumula afirmou ser crucial a disseminação das ideias que dela saírem através de meios de suporte incluindo a publicação de uma brochura aos diferentes níveis de interesse.
Entretanto, para o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, a gestão de instalações e infra-estruturas desportivas deixou de ser uma simples questão de massificação e passou a figurar como um desafio científico no âmbito do seu planeamento, da sua construção, gestão e manutenção.
"A UEM, alma mater do ensino superior em Moçambique, tem a responsabilidade histórica de liderar, em parceria com instituições de reconhecido mérito, os processos de investigação científica para dar resposta baseada em evidência aos inúmeros desafios que se observam na área de gestão de instalações e infra-estruturas desportivas, procurando alavancar o desporto nacional e a qualidade de vida dos moçambicanos", disse.
escidekSegundo o Reitor, a conferência deve constituir-se numa plataforma de reflexão teórica de produção e partilha de conhecimentos criteriosa e cientificamente elaborados que sirvam de suporte para a compreensão da ciência e do desporto, as vicissitudes da sua evolução, das políticas de gestão desportiva bem como atitudes perante a gestão das infra-estruturas no país e no mundo.
Naquele que foi o primeiro tema para reflexão, Arsénio Sarmento, do Fundo de Promoção Desportiva, falou do Estágio da Gestão das Instalações e Infra-estruturas Desportivas em Moçambique, tendo referido que o país registou, nos últimos tempos, um processo de retracção de investimentos o que não permitiu a implantação e reabilitação de novas infra-estruturas.
Deu como exemplo a paralisação do Complexo Desportivo de Pemba e de outros um pouco pelo país que se viram paralisados devido ao contexto económico que o país atravessa.
Na sua explanação, Sarmento destacou a ausência dos termos de referência de um gestor para instalações e infra-estruturas desportivas, pelo que espera, com a conferência, colher subsídios para garantir a rentabilização dos grandes complexos desportivos, no país.
A conferência que decorre sob lema "Os desafios da sustentabilidade das instalações e infra-estruturas desportivas em Moçambique" debate temas como o Ciclo de vida da Infra-estrutura Desportiva, Planeamento e ordenamento dos espaços de uso colectivo: os lugares para a prática desportiva, os desafios económicos para o desenvolvimento de infra-estruturas desportivas Sustentáveis, entre outros.
Conta com dirigentes de agremiações desportivas, clubes, quadros do Ministério da Juventude e Desporto, cientistas desportivos e outros, abarcando os sectores da economia, direito e arquitectura.

söve likit izmir escort porno porno izle porno porno izle sikiş maltepe escort ataşehir escort pendik escort maltepe escort