1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM debate projecto sobre mudanças bruscas nos serviços de ecossistemas e bem-estar

acesA universidade Eduardo Mondlane juntou ontem, 8 de Março, num seminário, especialistas em matérias de florestas para partilhar e discutir os resultados preliminares do projecto sobre mudanças bruscas nos serviços de ecossistemas e bem-estar (ACES), com o objectivo de avaliar como essas mudanças afectam a capacidade de dois dos ecossistemas florestais mais importantes de Moçambique (miombo e mopane), de fornecer bens e serviços às populações rurais do país.
Financiado por Serviços de Ecossistemas para Alívio da Pobreza (ESPA, sigla em Inglês), o projecto ACES é liderado pela Universidade de Edimburgo, do Reino Unido, em parceria com a UEM, através da Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal (FAEF), o Instituto Internacional para Ambiente e Desenvolvimento (IIED-Reino Unido), a Universidade do Zimbabwe e o Centro Universitário para Estudos sobre Sustentabilidade de Lund - Suécia.
Discursando em acto solene de abertura do seminário, a Vice-Reitora Académica da UEM, Prof. Doutora Amália Uamusse referiu que a iniciativa constitui uma demonstração clara da importância que a instituição que dirige concede à investigação aplicada para a resolução de problemas da sociedade moçambicana, bem como de considerar a contribuição dos seus principais parceiros na produção científica, garantindo desse modo, um melhor ajuste à realidade nacional.
Uamusse frisou que o sub-sector das florestas desempenha um papel sócio-económico e ecológico relevante, ao garantir a produção de madeira para a exportação e acima de tudo, a provisão de bens e serviços ambientais sendo que do ponto de vista das comunidades rurais, este sub-sector desempenha um papel importante no seu bem-estar, ao providenciar importantes fontes de recursos para a nutrição, saúde e protecção.
Prosseguindo, disse que o desenvolvimento económico acelerado de Moçambique impõe um desafio acelerado de conversão de grandes áreas de florestas em áreas de agricultura, habitação ou outros, o que determina novas formas de maneio e gestão de recursos florestais.
Por seu turno o director Nacional das Florestas (DINAF) no Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Xavier Sacambuera fez saber que o desmatamento e uso insustentável dos recursos naturais e das principais componentes do ecossistema (fauna e florestas) constituem principais preocupações das políticas e Plano Estratégico do seu ministério sendo que na componente de florestas, a DINAF tem a função de criar e actualizar mecanismos conducentes a preservação, conservação, gestão dinâmica e sustentável dos recursos florestais.
Frisou que desde 2015, o governo está a proceder Reforma do Sector Florestal através da revisão da legislação florestal e implementação de algumas medidas imediatas para evitar o colapso climático na área florestal tais como, a avaliação participativa dos operadores florestais; a interdição de novas autorizações para novas áreas; a redução dos operadores florestais madeireiros; a interdição de exportação de madeira em toro entre outras medidas.
O director da FAEF, Prof. Doutor Tomás Chiconela entende que o evento constitui uma oportunidade para partilhar experiências acumuladas ao longo da implementação do projecto, as boas práticas, dificuldades e as recomendações geradas pelo mesmo para a redução da degradação dos ecossistemas florestais bem como para a melhoria das políticas florestais no país.
Explicando sobre a natureza do projecto, a coordenadora da equipa, Prof. Doutora Natasha Ribeiro disse que o projecto surge do desafio internacionalmente lançado sobre a necessidade de dar resposta à questão de como é que as mudanças que estão a ocorrer na terra, concretamente a perda ou a degradação do ecossistema florestal por vários motivos, podem afectar o bem-estar das comunidades e por via disso produzir resultados através da investigação para reverter ou minimizar a situação.
O projecto ACES a ser desenvolvido desde 2014 e com duração de 4 anos, produziu até a data a capacitação institucional; a formação de recursos humanos; o desenvolvimento de parcerias; a produção cientifica relevante bem como a ligação com o sector produtivo.
Uma das estratégias usadas pela coordenação da equipa para a implementação do projecto, foi a participação dos actores a todos os níveis, na definição das questões de pesquisa e na geração de dados, incluindo as razões determinantes da escolha de opções sobre as práticas de uso da terra.
De referir que o objectivo do ESPA é garantir que, nos paises em desenvolvimento, os ecossistemas estejam a ser geridos de uma forma sustentavel que contribua para a redução da pobreza bem como para o crescimento inclusivo e sustentável.

 Shell indir passion dubai escortistanbul escortkameral? sohbetkameral? sohbetestrogenolittuzla escortpendik escortkurtkoy escortKurtky escortinstagram takipci satin alporn moviesporn videosporn videoskartal escorttwitter takipci albahis sirketleriSteroid Fiyatlar?instagram takipi hilesiinstagram takipi hilesijigolo sitesipaykasaastropaypaykwikbedava bahissirinevler escortistanbul escortbeylikduzu escortistanbul escortataky escortumraniye escortKartal escortbakirkoy escortiptv serverinstagram takipci satin albahis siteleriescort istanbulmaltepe evden eve nakliyatizmir escortizmit escortsirinevler escortbedava pornosex izletrk siki?konulu pornotuzla escortporno filmmilf olgun porn  maltepe escort pendik escort dul bayanlar jigolo sitesi kurtkoy escort tuzla escort kartal escort Kamagra Jel instagram takipçi hilesi kaçak bahis jigolo olmak istiyorum olgun dul bayanlar istanbul jigolo sitesi seks hikayeleri jigolo ilan rokettube hd porno brazzers porno sex izle sex izle porno instagram takipçi kumbağda pansiyon kumbağ pansiyon rokettube side escort side escort side escort side escort escort beylikdüzü konya sınırsız escort türbanlı porno türbanlı porno xxx xxx porn xxx porn hd film full film izle bedava porno rokettube
Hızlı ve Öfkeli 8 Karayip Korsanları 5 Arabalar 3 Şirinler 3 Yenilmez 4