1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM e Suécia passam em revista os seus programas de Cooperação Bilateral

suemdew

A Universidade Eduardo Mondlane e representantes do Governo Sueco juntaram-se hoje (17 de Abril), em Maputo, em Reunião Anual de Avaliação no âmbito do programa UEM-Suécia, com o objectivo de apresentar os resultados globais do período 2011-2017 (incluindo a fase de extensão); informar sobre o novo programa geral UEM-Suécia 2017-2022, ou seja, objetivos, resultados esperados, procedimentos e perspectivas, bem como para apresentar os planos de actividades dos subprogramas para o período de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2018.
Para além de servir de momento de compartilha de ideias e experiências de produção de planos de actividades e orçamentos, o encontro proporcionou aos coordenadores de subprogramas e pesquisadores informações sobre aquisições, auditorias, orçamentos, avaliação ambiental e outras informações importantes necessárias para a implementação do Programa.
O programa UEM-Suécia visa fortalecer o ensino superior e os sistemas nacionais de pesquisa por meio do apoio à pesquisa, à formação pós-graduada e ao desenvolvimento de capacidade institucional para a gestão dos projectos de pesquisa.
Falando no encontro, o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, referiu que o Programa não só ajudou na criação de programas de mestrado, como também ajudou no aumento do número de laboratórios e faculdades reformadas; nas obras de construção do prédio do Centro de Treinamento de Radioterapia da UEM, e na revitalização das actividades da Estação de Biologia Marítima de Inhaca.
"Sendo a pesquisa a espinha dorsal das actividades da UEM, o apoio em livros impressos e electrónicos para a Biblioteca Central foi um passo crucial para a consecução da visão e missão desta instituição que destaca a pesquisa como um ramo vital", reconheceu Quilambo ajuntando que o apoio iniciado em 1978, tem aumentado em anos e valores fornecidos, tendo já produzido muitos bons resultados.
Esses significativos resultados são consubstanciados em número cada vez mais crescente de graduados sendo 57 doutores, 26 mestres e 10 licenciados, num total de 146 estudantes planejados para programas de treinamento de pós-graduação para profissionais da UEM, dos quais 90 homens e 56 mulheres. No que diz respeito as publicações, no período do acordo 2011-2017, 168 artigos científicos e cinco manuscritos foram tornados públicos, tendo sido realizadas oito conferências, para além do equipamento Bibliotecário.
O evento contou com a presença dos Vice-Reitores, Directores de Unidades Orgânicas, representantes da Embaixada da Suécia e parceiros das instituições de ensino superior da Suécia e África do Sul.
De referir que em Fevereiro do presente ano o Governo da Suécia, representado pela Agência Sueca para a Cooperação e Desenvolvimento Internacional e pela Embaixada da Suécia em Maputo e o Governo de Moçambique assinaram um acordo específico para cooperação em investigação com a UEM para o período 2017-2022.