1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM e a Northwest Agriculture estabelecem parceria para o desenvolvimento do sector agrário

uem-northwestigan
A Universidade Eduardo Mondlane e a Northwest Agriculture and Forest University da China pretendem cooperar nas áreas das Ciências Agrárias e Florestais. As duas delegações estiveram reunidas hoje (27/03), em Maputo, para dar início a parceria.
Em vista está a assinatura de um memorando de entendimento que vai estabelecer as formas de cooperação entre as partes visando o contributo destas instituições para o desenvolvimento da economia agrária de Moçambique.
Essencialmente, a UEM e a Northwest Agriculture and Forest University da China querem cooperar na elaboração e desenvolvimento de pesquisas conjuntas, na mobilidade do pessoal docente e estudantes e na concessão de estágios e bolsas de estudo.
Em Moçambique, a Northwest Agriculture and Forest University da China desenvolve trabalhos de investigação através do projecto "Wanbao Agriculture" que está a explorar, desde 2012, uma área de cerca de 20 mil hectares para a produção de arroz no Regadio do Baixo Limpopo, na província de Gaza, e na zona de Chiango, na cidade de Maputo.
No âmbito da parceria que se pretende estabelecer, estudantes da Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal da UEM (FAEF) poderão ter acesso aos campos de “Wanbao Agriculture" para a realização de aulas práticas.
No encontro, o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, reiterou a aposta da sua instituição na docência e na investigação. Disse que a UEM está aberta para possibilidades de cooperação nas áreas da pós-graduação e projectos conjuntos de investigação.
Entretanto, o Director da Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal da UEM, Prof. Doutor Luís Artur, garantiu que dois docentes daquela faculdade poderão rumar, no âmbito da parceria, para beneficiar de programas de doutoramento.
A Northwest Agriculture and Forest University da China foi criada em 1934 e conta actualmente com 30 mil estudantes dos quais 20 mil frequentam a licenciatura e 10 mil entre mestrado e doutoramento. Lecciona 66 cursos de licenciatura, 105 de mestrado e 66 cursos de doutoramento.